Rituais sexuais pelo mundo

Postado em 25/08/2014
yoga

Cada cultura ao redor do mundo desenvolveu ao longo dos tempos suas próprias crenças, práticas e rituais respeito de todo e qualquer assunto. Com o sexo não seria e nem é diferente. Pesquisando a respeito de rituais sexuais pelo mundo descobri coisas bastante curiosas e diferentes que poderão causar estranheza à muita gente por aí.

Em Papua Nova Guiné, por exemplo, existe uma tribo primitiva chamada Sambians. Lá os meninos quando chegam aos sete anos são isolados das meninas e passam a ingerir grandes quantidades de cana de açúcar até provocar vômito e sangramento de nariz. Além disso, se alimentam do sêmem dos homens mais velhos para garantir força e crescimento. Quando voltam a tribo já é para contrair matrimônio.

Já na tribo africana Wodaabe, todos os primeiros casamentos são arranjados. Então, uma vez por ano acontece o Festival de Gerewol onde tudo pode mudar. Os homens se enfeitam com capricho e dançam fervorosamente para conquistar sua escolhida. Caso ao fim da festividade ela aceitar o convite, é permitida a troca de marido e o chamado “casamento de amor”.

No Egito Antigo acreditava-se que os afluentes do Rio Nilo estavam diretamente relacionados às ejaculações do deus da criação. Foi assim que muitos faraós egípcios deram início a um ritual muito louco de masturbação coletiva em público. Agora vocês imaginem a cena.

Tudo isso pode parecer muito louco do nosso ponto de vista, mas para essa galera fazia ou faz todo o sentido. É interessante ver como podemos pensar e viver de maneiras tão variadas e descobrir como o sexo está presente em todas elas. Gostou do que descobriu? Continue pesquisando que você vai aprender muito mais.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *