Como aproveitar a Borboleta de Vênus

Postado em 04/09/2014
orgasm

A mulherada conhece bem os prazeres que o clitóris à reserva. Se não sabia, há pouco tempo descobriu, pelo menos, onde fica o tão falado ponto G. Mas pode estar se perguntando até agora: “o que que eu posso fazer com tanta informação? O sexo continua o mesmo…”

Amiga, experimente a Borboleta de Vênus. Essa é uma técnica bastante simples, porém conhecida por provocar o famoso “orgasmo de uma hora”. Quem fez nunca esquece e se você não experimentou, depois de ler, liga pra ele e marca a hora e o lugar.

Rapazes, tenham em mente que essa noite será sobre ela. Esqueçam o vamos ver instantâneo e tenham paciência. Exagerem nas carícias, nos beijos, apertos, passadas de mão. Hajam como se tivessem acabado de serem apresentados e você estivesse louco para explorar cada centímetro daquele corpo. Anseie a conquista do terreno com curiosidade, mas mantenha a calma.

Quando você sentir que ela está nas nuvens, desça. Isso mesmo. Parta para um oral. Por favor, varie na movimentação da sua língua. Só largar a bichinha lá não adianta muito. Insira os dedinhos gentilmente. Nessa altura tudo vai fluir sem problemas. Ela já estará bastante lubrificada. Com esses dedos você pressionará a parte anterior da vagina. Aí é o ponto G, meninos! Ah e aproveita e outra mãozinha livre para estimular o ânus. Veja bem, estimular não é penetrar.

Se tudo correr dentro do planejado, em questão de poucos minutos essa moça conhecerá um mundo mágico. Rola uma sensação como se fosse uma vontade de fazer xixi. Meninas, não parem por aí. É que tá vindo.

Agora um conselho para os rapazes, eu sei que vocês ainda estarão loucos para transar e pode parecer frustrante ler isso mas, dê um tempinho para ela curtir e depois comece tudo de novo visando a transa.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *