Os Mistérios e Segredos da Prática do Swing

Postado em 08/09/2014
42-17895772-600x400

O swing nada mais é do que a troca de parceiros entre casais. Normalmente, esses relacionamentos são bastante estáveis e contam com o consentimento mútuo dos companheiros, além de uma total discrição.

Pesquisas apontam que a maioria dos praticantes de swing já passam dos 30 anos, estão em longos compromissos e possuem um pensamento mais liberal em relação à sexualidade. Segundo o livro “Eu, Tu… Eles!”, escrito pela antropóloga e jornalista mineira, Maria Silvério, no Brasil, os homens são de meia idade e as mulheres, mais novas e de perfil atraente.

Antes de decidirem aderir a prática do swing o casal deve refletir e pensar sobre vários aspectos, além de conversar muito com o parceiro para falar o que quer e o que não quer, antes de se preparar para o momento. Combinados claros devem ser definidos para que não haja qualquer mal entendido durante um encontro ou festa.

Mas é importante não esquecer que também é possível desistir. Se um dos dois achar que não vai rolar, basta observar a festa. Seja claro com o outro e não force a barra. Existem muitas outras maneiras de inovar na relação e não é todo mundo que está preparado para fugir do pragmatismo da monogamia.

Agora, quem consegue tem mesmo é que aproveitar!


One thought on “Os Mistérios e Segredos da Prática do Swing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *